17.9.09

Ser adulto não é fácil (parte II)

Quer saber? Ter secretária do lar é uma verdadeira mão na roda.. odeio lavar banheiro, varrear a casa, passar pano, limpar cozinha, passar roupa! Lavar louça e lavar roupa até que faço (não digo que amo de paixão, mas faço numa boa) .. lavar roupa é a coisa mais tranquila.. só abro a tampa da máquina, separo por cores, decido se vai ser máquina cheia ou na metade e fico atenta na hora de jogar amaciante.. só! assumo que não esfrego nada! Mas a parte do amaciante é tudo de bom.. me deixa piradona, adoro ficar cheirando amaciante! Delícia! A casa, a roupa fica toda perfumada...

Tem coisa melhor que vestir uma roupa cheirosa?
Mas enfim.. tudo isso pra dizer que para o restante da casa eu tento fazer vista grossa.. não fico olhando nos cantinhos pra ver se a M. fez direito, a casa estando arrumada, limpinha pra mim está Ok. Mas sabe o que acontece? Eu não gosto de gente de fora dentro da minha casa.. as manias do outro me irritam.

Ela é um amor.. sério mesmo! Gostei dela desde a primeira vez que nos conhecemos. E olha que eu sou chata e crica! Eu tenho que brigar pra ela comer.. diferente da que eu tinha em SP (leia aqui) mas, meu, eu não entendo! Moro num apartamento aqui em Bsb que não é meu.. e sabe como é? Penso um trilhão de vezes se vou pregar um prego (redundante?) na parede.. Não quero ter o trabalho de passar pasta de dente (mentira) em um trilhão de buracos na hora de entregar o apto.

Eis que um belo dia eu chego.. e a M. fez 2 furos no lavabo (que também serve de lavanderia, depósito... tudo que você não queira ter ao alcance dos seus olhos está lá).

Por favor, olhem as fotos! Reparem na simetria dos furos! A altura está perfeita (um pra mim que sou mais baixa e outro pro Ale que alcança alto) :)

E você deve estar se perguntando: Pra que são estes furos? Não, fico impressionada como o negócio final ficou chique, chiquérrimo! Foram feitos para colocar o puxa-sacos e um cabide bem lindo! Vira e mexe um casaco do Ale para lá! Não sei porque, pra que, mas para lá!

No coments! Só sei que depois que tirei a foto reparei que meu puxa sacos está imundo (olha aquele ponto mais escuro! vai direto pra máquina).. Sabe que no final ela tem razão... meu puxa-saco ficava jogado, se ele estivesse pendurado deste o começo, aposto que ele estaria muito mais limpo do que está!

Rir para não chorar! :)

18 comentários:

Fabio Macedo disse...

Huhauhauhau.
Gostei desta, neguinha...

Bjos

Sarinha disse...

Amiga, vc é uma figura!!! Sei bem como são essas coisas. Vc sabe, sou mto cricri...aff maria!

Mas adoro os afazeres domesticos!! Neuuuuuuura de um tanto...prefiro fazer que sei que vai sair do meu jeitinho! Como consigo essa proeza de dupla jornada!??Só Deus sabe...

bjosssssssss

Tathy disse...

Ai Amiga, eu ODEIO mepregada. Só tenho porque necessito. Detesto ter alguém mexendo nas minhas coisas, inventando lugares novos (esconderijos) pra guardar as minhas coisas. Quem sabe um dia eu consiga viver sem uma. Bjsssssssssss

Bá Farias disse...

Nossa, compartilho o drama! Me mudei faz pouco e ainda estou no dilema se procuro ou não alguém para me ajudar... Por enquanto estou no lerê,sozinha... Ai ai...

Beijos
PS: adorei sua vista no mariapirao, volte sempre!

BRUNA disse...

Oi Glau...
Só rindo mesmo...os furos são d+ kkk

Pior é que eu ainda fico atrás arrumando o que ela "arrumou", acaba que alivia pouca coisa...affff

Uma comédia!!

bjus pro cê!!

Luciana B. disse...

Glau... eu ia ter simplesmente um CHILIQUE (dentro de mim!!) pois sou daquelas que mima as ajudantes do lar e deixa acontecer de tudo até resolver mandar embora... mas eu sooooofro ;-) hahahahahaaa! Enfim, as minhas ficam comigo aaaaaanos a fio. Principalmente porque eu odeio gente estranha em casa... não gosto de trocar. Tem gente que ama, minha irmã, minha mãe... empregada, babá, babá folguista, etc. Eu tenho o mínimo necessário - prefiro ter minha liberdade e privacidade do que conforto toda hora ;-)

Claudia disse...

Glau,

Please, não reclama não, querida, você é feliz e não sabe!!! Beija a tua Marinete todos os dias, ela é uma jóia na sua vida. O dia que você precisar do seu marido para fazer a faxina da casa, que pegar ele empurrando pó para debaixo do tapete, enrolando para limpar o banheiro que ele não sabe limpar, você vai ver o que eu passo. Querida, imagina ter que fazer tudo sem a ajuda de ninguém e ainda querer alimentar bem a família, isso sim é difícil...

Maldita é a mulher que precisa do marido para limpar a casa, afe, isso sim é trágico...

Bj,

C.

Glau disse...

brow, é nois!

Sarinha, eu sei que vc adora os afazeres domésticos.. eu odeio! hahaha bjao

Tathy, eu nem fico perto quando ela está aqui.. ela me irrita e eu irrito ela. Toda hora ela pergunta como é que eu quero que ela faça! Tadinha.. mas me irrita! bjao

Bá, eu definitivamente fico doida sem ter alguém pra me ajudar. Adoro tudo limpo, mas odeio faxina! hahah
Pirei no seu bolo de chocolate, mesmo com a ganache escorrendo! ficou lindo na foto! Bjao

Bruninha, a minha cisma em colocar os móveis em outro lugar.. acho que é pra me dizer que limpou! hahaha eu chego e arrumo tudo do meu jeito! Mas eu gosto da minha! Bjao

Lú, aqui tbém é o mínimo..mas que é bom é encontrar a casa limpinha! eu saio parece que passou um furacão, na volta tá tudo brilhando! parece até mágica! hahaha bjao

Clau, chorei de rir com seu comentário! Marinete foi boa! Af, nguém merece ter o marido como ajudante! ô amada, pega suas coisas e muda pra cá.. eu juro que te ajudo na limpeza.

Guacira disse...

Ai Gla!

O duro que se é adulto pra sempre !
Não dá pra voltar a ser criança!!!
Roupa lavada, comida fresquinha, quarto arrumadinho,carinho de mãe !!
Mas, é isso aí ! Tudo tem sua hora, seu tempo !!E é mto bom a gente ter o cantinho só nosso, fazer as coisas do nosso jeito!Se tá certo ou errado, não importa !O que importa é fazer tudo com amor e carinho.! Tá certo que às vezes, a gente reclama,fica c/ vontade de fechar os olhos e não ver nada,mas depois passa!!

Bjos

Eliane Pechim disse...

Oi, descobri seu blog procurando receitas por aí. Moro nos EUA e aqui não é comum as pessoas pagarem empregada, faxineira, babá. É muito caro. A classe média aqui não banca esses confortos da classe média brasileira. Geralmente as mulheres abandonam a carreira (temporária ou definitivamente) após terem filhos. Como você, eu também odeio faxinar, mas também odeio cozinhar. Estou aprendendo na marra. Nadando contra a maré dos americanos, eu tenho uma pessoa que vem 2 vezes por semana porque simplesmente não aguentava mais faxinar. Uma vantagem que vejo aqui em relação ao Brasil é que normalmente todo mundo na casa ajuda de alguma forma, os maridos inclusive. Meu marido, que é estrangeiro, não cozinha, em compensação faz todo o resto se necessário. E sem reclamar. Não gosto de ter gente estranha na minha casa, mas confesso que detesto mais limpar. Por isso contratei alguém. Seu blog é uma delícia, tenho vindo sempre aqui. Um abraço

Andrea Dohashi disse...

Madame querida, é um problema pessoa estranha em casa, mas fazer o que? Ou se tem dupla jornada, ou arrisca, a minha é muito boa, gosto dela, mas as vezes... só por Deus! Mas ficar todo o sábado limpando a casa, não dá né?
beijos

Giselle disse...

Morri de rir ! Que figura!
Prepara o bolo de fubá, 4a feira estou aí.
bjos

ameixa seca disse...

Ha ha, nunca que eu faria furo sem pedir permissão para a dona da casa :) Demais!

Dani - Paladar disse...

ai Glau, nem sei oq falar...rs
Só sei que essas coisas acontecem, elas não são perfeitas, por mais que gostemos delas, uma hora algo sai fora do normal...rs

bjs

Emanuel disse...

Sendo sincero? O grande problema de fazer o serviço de casa é tempo. Tempo para estudar, para escrever minha monografia de conclusão do curso, para jogar Tarot (tá, essa eu passo na frente de todas as outras =), para tocar violão, trabalhar e todo o resto, até para não fazer nada!
E olha... Prefiro minha bagunça com a tranquilidade de ser MINHA do que uma falsa organização que eu paguei para ter [/organizacaocasademae]
Bjo!!!

Meu mundinho... disse...

KKKKKKKK, querida elas são terríveis mesmo,bom a que tem aqui em casa é um doce de pessoa,mas resolve arrumar as coisas iguais a cara dela.. quando alguma coisa está errada ou nos lugares mais exdrúchulos(acho que escrevi errado..)a gente vira e fala,-foi a louca.., mas ela como a sua tb não é cri-cri com almoço.. a única coisa que combinamos foi de que quando ela estivesse com fome me avisa-se que eu ia fazer ou esquentar a comida,e quando não estou afim de fazer nada elaborado já aviso logo- HJ É DIA DO MIOJO!!e assim vamos nos dando bem...ah estou muito parecida com a a perua louca da novela caminho das indias.. quando quero chamar a Rose(este é o nome dela) viro assim.. ROSEZINHAAAAAA...

Beijocas
Mi

mArCeLe disse...

kkkkkkkkkkkk não tinha lido esse post ainda, Glau. Sua parede ta cheia de "gramur, fia"!
huiahuiahuia

Michelle Santos disse...

kkkkkkkkkkkkkkk, morro de rir! Conseguir alguém q faça da nossa maneira é difícil, um dia eu e Sara conversávamos sobre isso...
mas agora pelo menos acho q encontrei uma ajudante bacana, discreta...e super caprichosa! Vamos ver até qdo isso dura! Pq sério mesmo...aqui em BSB é punk de arrumar alguém q faça os afazeres de casa legal!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin