31.10.18

Quitandoquinha


Só dar um guarda chuva que seu filho vai se divertir o passeio todo. Dia chuvoso por aqui, mas nota 1000. Thata ama passear na chuva
via Quitandoquinha

10.10.18

Quitandoquinha


Altos e baixos da maternidade/paternidade. Tem dias tão mais fáceis e outros sem comentários.. (Sim, faz parte. Sim, vamos sentir falta. Sim, passa rápido, mas tem dias que repito: sem comentários rs)
via Quitandoquinha

6.10.18

Quitandoquinha


A gente sempre escuta da importância do momento em família. Da troca efetiva com o filho, do olho no olho, de estar inteiro e conectado. Parece simples, mas não é. Temos mil 'urgências', compromissos, horários e tarefas a cumprir. Aqui não temos rotina nem compromissos inadiáveis. Sobra tempo e entrega. Impressionante como os ânimos se acalmam e tudo flui com mais leveza. Tô 💛 pelos dois.
via Quitandoquinha

3.10.18

Quitandoquinha


Este prato aí da foto é meu. Hoje fiz macarrão com molho a bolonhesa. Não falei que tudo é motivo para comer jamon? Molho (receita antiga) - 1 colher (sopa) de azeite - 3 colheres (sopa) de manteiga - 1/2 xícara de cebola picada - 2 cenouras - 500g de carne moída - sal a gosto - pimenta a gosto - 1 xícara de leite integral - 1 xícara de vinho branco seco - 1 1/2 xícara de tomate em lata (aquele Italiano, sabe? Sem peles) - queijo ralado - acrescentei orégano Coloque o azeite, manteiga e cebola na panela e ligue o fogo médio. Salteie a cebola até ficar transparente, adicione a cenoura e cozinhe por cerca de 2 minutos, mexendo bem. Adicione a carne com uma boa pitada de sal. Espalhe a carne e mexa até que ela perca o vermelho de carne crua. Coloque o leite e deixe cozinhar em fogo baixo até evaporar completamente! Chegou a hora do vinho, coloque a xícara e deixe cozinhar até secar. Coloque os tomates e mexa muito bem., deixe o gás super baixo e cozinhe com panela destampada. Enquanto o molho cozinha é bem possível que a água seque e a gordura começar a separar da carne, vá adicionando água sempre que necessário. No final deve sobrar pouca água. Experimente sempre, corrija o sal, acerte a pimenta e se quiser acrescente outros temperos de sua preferência.
via Quitandoquinha

2.10.18

Quitandoquinha


5h de fuso horário. Desta vez está mais difícil de entrar no ritmo. Dizem que para cada hora de diferença o organismo precisa de cerca de um dia para se adaptar. Sobre comida, a adaptação é zero. Comemos praticamente as mesmas coisas que em casa.. a única diferença é que estou me enchendo de jamon! Hoje fiz arroz, carne moída, purê de batatas e salada (faltou um tomatinho que acabou). Este pratão é da Thata - ela come muito.
via Quitandoquinha

1.10.18

Quitandoquinha


Na viagem que fizemos ainda este ano (fomos para a África do Sul em Julho) acreditei que, por a Thata já estar maiorzinha e viajar com pai e mãe, não precisaria nos preparar tanto e o resultado não foi dos melhores. Sem dúvidas, aproveitamos bastante, viajar em família é muito bom, mas talvez poderia ter sido mais tranquilo. ⠀⠀ ⠀ ⠀ ⠀ ⠀ ⠀⠀⠀⠀ ⠀ ⠀ ⠀ ⠀ Desta vez adotamos algumas estratégias com o intuito de deixá-la mais segura. Divido com vcs: ⠀⠀ ⠀ ⠀ ⠀⠀ - fizemos um calendário (ela ia anotando todas as atividades que tivemos em Bsb e em SP, marcou os dias que faltavam para a viagem). ⠀⠀ ⠀ ⠀ ⠀⠀ - mostramos as casas que ficaremos ao longo da viagem e as atrações de cada cidade (ela ficou animada e escolheu algumas atividades que queria fazer). ⠀⠀ ⠀ ⠀ ⠀⠀ - falamos sobre a volta (que a nossa casa em Bsb continua sendo nossa casa, a escola idem, amigos tb). ⠀⠀ ⠀ ⠀ ⠀⠀ - aqui preparamos uma rotina (conversamos todas as manhãs o que faremos no dia e estipulamos os combinados). ⠀⠀ ⠀ ⠀ ⠀⠀ - estamos fazendo "reunião de família": conversamos sobre tudo! Sobre as preocupações e como podemos fazer para resolvê-las, falamos sobre o que cada um quer fazer, combinamos passeio. É bem legal. ⠀⠀ ⠀ ⠀ ⠀⠀ Ela está bem tranquila. Temos tempo para a família, ela sabe que terá um tempo para brincar com a gente, um tempo para passear, entende que em outros momentos iremos trabalhar e ela vai brincar sozinha, entende que o cuidado da casa é responsabilidade de todos. Enfim... tem dado certo.
via Quitandoquinha

Quitandoquinha


Estamos em uma temporada de 3 meses pela Europa. Começamos pela Espanha (estamos em Albarracin - obviamente aqui tem escalada). Nos preparamos bastante para que a thata não sentisse tanto a adaptação. Em breve vou compartilhar como nos programamos 💛 Por enquanto está tudo tranquilo
via Quitandoquinha

15.8.18

Quitandoquinha


Viajamos com a Thaís desde quando ela era bem pequena. Desta vez achamos que por ficarmos praticamente 24h em família tudo ocorreria bem. Porém, não foi bem assim...Thata sentiu muita falta da rotina, de ter uma vida estruturada e segura. Chorou muito, se sentiu insegura, deixou de fazer certas atividades que ela já faz e é super capaz de realiza-las. Nestas horas vc perde o rumo: difícil saber como agir, paciência vai para as cucuias. Mas sem dúvida no final tudo vale muuuito a pena. Aprendi muito para a próxima viagem (que será muito em breve). Viajar com criança nem sempre e nem todo o tempo será maravilhoso, mas a balança cai, sem dúvidas, para o saldo positivo. Viajar é abrir a cabeça. Foi experiência inesquecível para nossa família e a nossa pequena companheira tem nos surpreendido a cada dia ❤
via Quitandoquinha

2.8.18

Quitandoquinha


Os dias aqui são assim: acordamos, tomamos café e preparamos o lanche para ir escalar (eu só vou na parceria pq nunca gostei de escalar) e ficamos até quase anoitecer na pedra. Meus lanches são basicamente aperitivo. Se deixar como o dia inteiro. Geralmente levo (não tudo sempre) pepino, cenoura, tomate cortados, um queijo (brie ou camembert), azeitona, uma sopa ou macarrão para a Thata, uma bolachinha e mix de castanhas. Já levei tb guacamole. O bom da vida é definitivamente comer
via Quitandoquinha

1.8.18

Quitandoquinha


Uma vez uma pessoa me fez uma pergunta assim: qual exemplo vc quer ser pra sua filha? Engoli seco. Ele tinha razão. Eu havia me entregado de corpo e alma para a maternidade, mas tinha chegado em um ponto que eu estava esgotada e precisava fazer novas coisas em minha vida. Não que eu não gostasse e não quisesse ficar com minha filha, mas eu sentia que precisava fazer mais e por mim. Cada um tem o seu caminho, as suas escolhas, os desafios que se propõe a trilhar. Faço esta mesma pergunta pra vc: qual exemplo vc quer passar para seus filhos? Não, não precisa me responder.. esta é uma pergunta para ser respondida por vc mesma.
via Quitandoquinha

30.7.18

Quitandoquinha


Aqui já são 13h e o almoço acabou de sair. Salada de batata com ovo e milho, arroz empapado, carne moída e brócolis e couve flor refogados.
via Quitandoquinha

22.7.18

Quitandoquinha


Minha câmera quebrou dias antes de embarcar. Fiquei desesperada afinal uma das minhas grandes diversões e um dos meus objetivos (deixar um legado de muitas imagens para a Thata) estavam perdidos, mas valeu o velho ditado: no final tudo da certo. Sorte a nossa.
via Quitandoquinha

Quitandoquinha


Na vez passada que viemos para Rocklands alugamos uma casa incrível com uma super infraestrutura. Neste ano não conseguimos reservar esta mesma casa e estamos em outra. É gostosa também, tem uma lareira enorme, porém é tudo mais rústico. A energia é solar, temos apenas algumas lâmpadas pela casa (nada que um jantar a luz de velas não resolva). Fazemos compras e cozinhamos exatamente como em Bsb. Na foto a cozinha
via Quitandoquinha

Quitandoquinha


Viajamos com a Thata desde 1 ano e meio. Descemos a costa de Portugal em um motorhome. No ano seguinte viajamos por 23 dias tbém um motorhome pela Califórnia (LA - SF - Yosemite - Bishop - LA). Aos 3 e meio viemos pra cá - África do Sul e neste ano voltamos. Cada viagem uma aventura e o fato é que tudo vai melhorando. Thata infinitamente mais companheira e compreensiva. Apesar de todos os perrengues estes momentos são únicos e inesquecíveis. Viajar abre a cabeça.
via Quitandoquinha

19.7.18

Quitandoquinha


Nossas viagens não seguem um padrão de turismo. Estamos em Rocklands. Umas 3 horas de Cape Town. Paraíso dos escaladores.
via Quitandoquinha

16.7.18

Quitandoquinha


Segunda vez que viemos para a África do Sul. Dá outra engordei 4kgs em 20 dias. Desta não sei se ficarei longe. Café no aeroporto. French toast com bacon e syrup. Perdemos a conexão para Cape Town
via Quitandoquinha

2.4.18

Quitandoquinha


Estou numa fase super leitora.. a sensação que tenho é que já perdi muito tempo na internet e agora, ao invés de ficar saracutiando de foto em foto, aproveito o tempo lendo. Neste mês que passou li 7 livros e iniciei o 8o. - O pintassilgo (atual) - Um mais um Jojo Moyes: História previsível. Cheio de clichês. Tipo de leitura que não me agrada. - A livraria mágica de Paris: leitura agradável. O final surpreendeu. - Me chame pelo seu nome: simplesmente amei. História de amor. Sensível e profunda. - Satisfação garantida: livro voltado para meu trabalho. Gostei, mas não amei. - O segredo do meu marido: indicação de uma querida. Leitura super envolvente. Li em pouquíssimos dias. - Hibisco Roxo - Chimamanda: MARAVILHOSO. Sensível, triste, profundo. - No seu pescoço: vários contos também da Chimamanda. Este foi o único que li 70%. Apesar dos contos serem envolventes tratarem temas importantes da Nigéria, da cultura senti falta da continuidade das histórias. Preferido: Hibisco Roxo brigando com Me chame pelo seu nome Pior: Um mais um E vocês? Como está a leitura?
via Quitandoquinha

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin