10.2.11

Cajuínas

Comprei cajuína de 3 marcas e quis fazer uma comparação entre elas.

sem título-1-3

Eu achei a garrafinha da Cajuína Tradicional a mais bonita. Sem contar que foi a mais fácil para abrir. Não tinha abridor de garrafa e foi um Deus nos acuda pra abrir as outras garrafinhas. Não abri no dente, mas foi quase.

Comecei pela bonitona: Cajuína Tradicional.
Cor: linda
Sabor: doce pá caraio



Foi a vez da Sabor Tropical. 
Cor: amarelo claro bonitinho
Sabor: Menos doce que a anterior, mas ainda doce pá caraio

sem título-8-3

Foquei na Cajuína Nordestina.
Esta me deu um trabalhão pra abrir, fui de ponta de faca, mas abri!
Cor: amarelo muito bonito hahaha
Sabor: o mesmo das anteriores! :)

sem título-12-3

Gente, olha só, este post não passou de uma brincadeira. Eu não entendo nada de cajuína e também não curto muito. Pra ninguém sair ofendido daqui, respeito e vou continuar amando quem gosta!

Aonde comprei: No Ceasa - DF.

16 comentários:

tamy disse...

aaaaaaaaaaaaaaaaaaah!!!! Eu estava esperando um post bombástico, cheio de desdobramentos... poxa, e agora? Como ficam as minhas espectativas frutadas? hahahahha beijos

Joelia disse...

Glau, eu amooo cajuína, sou apaixonada! Cajuína boa tem que ser bem amarelinha quanto mais escura mais gostosa e docinha ela é. As que são fabricadas artesanalmente no interior do nordeste são as melhores. Se tivesse que optar por uma dessas 3 seria a tradicional, só pela cor dá pra ver que ela é a mais saborosa e docinha.
Beijocas!
Jô Reis

coisasdacasa08 disse...

Oi Glau,
provei a última faz uns 2 anos quase qdo fui à Natal. Muito doce para o meu paladar, namorido teve que "matar" a garrafa pq por mim ficava no gole mesmo! afff
Um beijo
Tri

Anônimo disse...

a cajuína tem a temperatura ideal pra ser consumida,beeeeem gelada.Caso contrário até pra mim(que adoro) fica ruim. bj

Ana Matusita disse...

Também não curto não (muito doce e não desce nem com pinga). Mas sou do seu time: respeito e dou a maior força quem gosta!
bj

Vitor Hugo disse...

Grau, me passa eu endereço, tô mandando abridor de garrafa ASAP! HAHAHAHAHAHAH

Geisa Tavares disse...

Olá Glau!!!!!!

Descobri seu blog essa semana procurando receitas na net......estou simplimente encantada, gosto da maneira como vc escreve, das dicas daqui de SP, já anotei e vou nas que não conheço.....adoro essa coisa que vc tem de ser refinada sem ser esnobe, dá coisa despretenciosa....
Parabéns pela sua dedicação..... de postar sempre e nos deixar mais alegres.
Ainda naõ deu tempo de ver todos os posts mais chego lá rsrsrsrs
Bjs, Ge

Andrea Cristiane disse...

Oi Glau, nunca ouvi falar em cajuína, mas me acabei de rir dos seus comentarios hahahaha, bjos

Téia disse...

Lindona, já provei da Nordestina, gostei, mesmo sendo doce pra caramba, mas não é assim maravilhoso. Acho exótico, só para momentos especiais. Este post está super diferentes, só você, criativa como sempre para ter uma idéia de degustação de cajuínas. Parabéns! Bj estalado.

Kamyla Gomes disse...

Olá, mandei um email para vc Glau no quitandoca@gmail.com
depois da uma olhadinha la ;D beijos post muito bom!

Milena disse...

Nunca bebi,mas coisas regionais tem seu valor e são parecidas com política,futebol e religião.
Cada um tem sua opinião.
Eu não posso opinar,mas também não gosto de nada muito doce,então...
Valeu pela brincadeira!!!
E eu me achava muito desbocada,hahaha!!!

Bjs

Ana Claudia disse...

Glau,
Meus pais são cearenses , o meu pai AMA...Então eu compro na Feira do Guará para ele e a que tem o aval do mestre é a Nordestina...bjo. grande,
Ana Cláudia

Valéria disse...

Pois é, tb acho doce dmais, dai não gosto tanto. Gosto mais daquela Cajuina são Geraldo, que vem numa pet, sabe? É refrizão, com gás (nem gosto tanto de refri), mas dela gosto! Não sei pq, me lembra aquela baré da infancia...

Rafaela Marinheiro disse...

Oi Glau como profunda conhecedora das cajuinas. Pois quando criança amava beber. Contava as moedinhas pra comprar com meu proprio dinheirinho. Te digo, você tem que provar a São Geraldo, para mim é a melhor..rsrs.Ps: Tem que ser estupidamente gelada como uma cerveja..kkk.
Beijos
www.casapraquetequero.blogspot.com

AscomSVM Suelen Viana disse...

Adorei as fotos, parabéns!

As duas primeiras cajuínas são do mesmo dono, sendo a de sabor tradicional a Sabor Tropical.Já a Tradicional é um subproduto da empresa, pensada para aqueles que apreciam um sabor mais leve e sofisticado e com o objetivo de ser exportada. A mesma foi desenvolvida em parceria de estudos com a Embrapa. Na capital cearense, Fortaleza, ambas as garrafas podem ser encontradas nos grandes supermercados, em prateleiras bem visíveis.

Já a Nordestina é a mais popular, conhecida na mente dos cearenses.

A São Geraldo não conheço e nunca achei uma garrafa. Mas, ouvi falar que é muito boa também.

De toda a forma, cajuína em si é tipo um vinho seco de caju, sem álcool e que deve ser tomada o mais gelada possível, assim como é com a cerveja. Além disto acompanha bem pratos tradicionais, como feijão verde.

Infelizmente, aqui no Ceará, a maioria da população pensa que cajuína é o refrigerante de caju São Geraldo (esta marca possui cajuina e refrigerante), chegando a apresentar o mesmo aos turistas. No entanto, na própria garrafa desse refresco há escrito REFRIGERANTE ...5% de cajuína.

Abraços,
Suelen

Marcelo Farias Lima disse...

Cajuína é néctar,é ambrosia.É soma dos deuses,dos seres.Nordeste é top!!!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin