3.11.09

Tem dias que dá um bodão, mas um bodão que não dá vontade de fazer nada, mas como não nasci em berço de ouro, bora (gíria brasiliense) deixar o bode amarrado e tocar a vida!

Eu quis começar a semana bem leve.. grelhei um salmãozinho e depois de pronto joguei um limãozinho e passei no azeite com alho ervilha torta! Parece pouco, mas não é! Foi o suficiente pra forrar o bucho e vir aquela sensação boa: comi bem!

Facilmente eu esqueço do arroz.. por mim comeria este tipo de comida todos os dias!
E pra finalizar.. suco de maracujá batido com algumas folhas de manjericão!

A vida pode ser tão simples, né? Não sei pq a gente complica tanto...
Bjo, Glau

Ps1: possivelmente quando vc ler este post, meu bode já vai ter passado! O meu é do tipo: chega rápido e vai embora rápido.
Ps2: Sacaram só a gíria brasiliense, véio? Nunca vi um povo que adora falar 'véio'!

14 comentários:

Sarinha disse...

Amiga, espero que o bode tenha ido embora!rs

Pior que é verdade...aqui ouve-se muito: carai vei! É assim mesmo que falam! Coisa feia! Ops..falei!rs

Adorei esse suco ....calmante total hein!?

Bjos

Claudia disse...

Glau,

adoro o termo bode, amo, eu vivo sempre de bode de alguma coisa, dá uma preguiça, mas também passa rápido.

Esse veio, "vei" é pernambucano, só pode ser. O povo aí é uma mistura mas alguma personalidade brota de vez em quando...

De buchinho forrado, com salmãozinho, não tá mal não em nega?

C.

Glau disse...

hahaha Sarinha, tem outra coisa que os amigos do Ale falam.. "ascosansi, fi" Traduzindo: as coisas são assim, filho.

Bora, de boa, carai, véio ou vei, leque.. não dou conta não, amiga!

bjao

Glau disse...

Clau, vira e mexe eu estou de bode e preguiça tenho todos os dias! haha

Este "vei" deve ser sim pernambucano.. aqui é uma misturaiada doida.. não consigo sacar (outra mto usada) o sotaque daqui.

Clau, posso estar de bode, mas percebe que não perco a classe! Jamé! Chique comer salmão em plena segunda-feira!

bjao

Carol disse...

Eu vivo de bode amarrado na tpm amiga, e como vivo!! Agora, para abastecer meu corpitcho de Nigela, teria que comer ao menos dois pratos deste, com certeza!! Ah, vi ó vídeo do pudim, só tu veia!!! Beijão

Fabiana disse...

Glau,
Acho que todas nós, já amarrou o bode um dia..rs...rs..
Eu pelo menos amarro uma vez por mês, especificamente, quando estou de TPM.
Fico assim, do jeito que vc escreveu...mas fico mais chorona, sensivel, nessas horas, o chocolate me ajuda muito..rs..rs...
bjs

Sylvia disse...

E o tipo de comida que adora levinha e fácil de fazer. Coincidência, pois fiz esta semana uma torta de salmão que postei no meu blog

Tathyana disse...

Carái Véi. Bateu um rango massa. Bjsssssssss

Andrea Dohashi disse...

Chiquetosa minha madame!
E vamos combinar, nesse calorão todo, um "pratinho" desses faz bem á bessa!
Esse bode tem me acompanhado muito esses dias, ó doido,rs!
Beijocas

ameixa seca disse...

Eu esqueço-me do arroz a maioria das vezes he he E não sinto falta! Bela sugestão!

Sheila disse...

Oi,
Espero que não tenha esquecido de mim...Lembra???
Então vc sabe que sempre dou uma passadinha no seu blog e agora tenho o meuzinho...ainda esta peladinho,mas dá uma olhadinha,tem uma receitinha da época do Madames.

Super beijo,

Sheila

Tatiana disse...

Meu bode quando vem traz a cabra o cabrito tudo junto...kkkkkk

Tem dias que também só quero essa comidinha simples e deliciosa!

Bjs

Gratissima disse...

Olha... se em dia de "bode" sai um almoço assim... luuuuuuxo... quem dirá em dia normal hein dona Glau???
beijo e boa semana!
Rô Gratão

angela disse...

o pratinho fico perfeito, dá até pra esquecer o tal do bode. bjs

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin